078cb350-b545-4caa-97e4-07384cd1c41d

Nesses quinze anos, Deus nos ensinou que o amor é paciente e bondoso; que não inveja, não se vangloria, não se orgulha, não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, nem guarda rancor. Aprendemos que o amor não se alegra com a injustiça, mas se regozija com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera e tudo suporta.

Aprendemos a nos gloriar nas nossas tribulações, porque sabemos que a tribulação produz perseverança; a perseverança, um caráter aprovado; e o caráter aprovado, esperança. E a esperança não nos decepcionou.

Valeu a pena ter construído o nosso lar na rocha. Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra a nossa casa, mas ela não caiu, porque tem os alicerces firmados no Senhor, a nossa torre segura. Ele é o nosso refúgio, em quem descansamos e esperamos. Porque ele renovou as nossas forças, voamos alto como águias, corremos e não ficamos exaustos, andamos e não nos cansamos.

Ele nos fez repousar em pastos verdejantes e nos conduziu a águas tranquilas. Deus restaurou o nosso vigor e nos guiou nas veredas da sua justiça por amor de seu nome. Passamos pelo vale da sombra da morte, mas não tememos mal nenhum, porque ele esteve conosco. A sua vara e seu cajado nos protejeram.

Deus se mostrou presente quando estávamos de coração partido e espírito abatido. Como justos, passamos por muitas aflições, mas o Senhor nos livrou de todas elas. Sim, grandes coisas ele fez por nós, por isso estamos alegres. Como a corça anseia por águas correntes, nossa alma anseia por Deus. Nos apegamos à mão dele, que nos sustentou em tempos de angústia.  Aprendemos a nos deleitar nele, e ele atendeu aos desejos do nosso coração.

Nesses anos juntos, concluímos que somos mais que vencedores, que ele começou uma boa obra em nós e vai completá-la até o dia de Cristo Jesus, e que o nosso sofrimento serviu para o progresso do evangelho. Aprendemos a aguardar ansiosamente pela nossa bendita esperança: a gloriosa manisfestação do nosso grande Deus e salvador, Jesus Cristo. Naquele dia, seremos transformados como num piscar de olhos, e encontraremos, depois de tanto tempo, a Luana e o Victor, glorificados. Tudo fará sentido. Deus enxugará as nossas lágrimas. Não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor.

Dedê: O seu valor muito excede o de rubis. A Julia se levanta e te chama de bem-aventurada; como também eu, que digo; muitas agiram virtuosamente, mas tu a todas é superior. Obrigado por quinze anos maravilhosos, por ser a minha melhor metade, minha companheira. A sua fé me inspira. A sua devoção me motiva. A sua humildade me faz querer seu seu imitador, assim como você é imitadora de Cristo.

Te amo,

Pierre

Advertisements
Posted in Uncategorized

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s